Ao invés de somente apontar o problema vamos sugerir soluções?

0
128

Tudo parece muito fácil quando visto de forma panorâmica ou quando visto do umbigo, quando cremos que o problema está só na minha rua, no meu bairro, na escola do meu filho.

Vivemos um momento de crise, não é segredo, nem novidade para ninguém, Mas se a forma como olhamos pode determinar o padrão de nossos pensamentos podemos e devemos construir novas formas de olhar, sem prejulgar ou conceituar.
“Diante do espinho, há aquele que só pensa na ferida e há outro que percebe o quanto a rosa está próxima”. Disse Fabrício Carpinejar.

Que tal se fizermos diferente, se olhássemos sob uma nova ótica, se tentássemos nos engajar, conhecer o que é legalmente possível fazer para solucionar o que parece insolúvel, daquilo que a vista grossa parece “muito fácil”.

Partindo do ponto que estamos na casa de leis municipais, e que a nomenclatura PODER LEGISLATIVO, nos traduz semanticamente o poder de legislar! Pensar, projetar e criar leis para que todos enquanto cidadãos tenham o retorno justo dos impostos pagos e que estas mesmas leis vigorem para qualidade de vida, educação , segurança e saúde!

Não sejamos somente juízes imparciais e rabugentos; Mas sim façamos parte desta construção!

Deixe seus comentários.
O que podemos fazer juntos?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui